Cel. Fabriciano, 28 de maio de 2024

OUÇA AGORA A RÁDIO EDUCADORA

RÁDIO EDUCADORA

24 jan
Imagem: Vaticano

Papa Francisco divulga mensagem para o dia Mundial das Comunicações Sociais

Compartilhar

O Papa Francisco divulgou hoje, sexta-feira, 24 de janeiro, no dia memória de São Francisco de Sales, a sua mensagem para o 54° Dia Mundial das Comunicações Sociais intitulada “Para que possas contar e fixar na memória” (Ex 10, 2). A vida faz-se história. O Dia Mundial das Comunicações Sociais será celebrado em 24 de maio próximo.

O eixo central da mensagem do Papa é a narração e o papel das boas histórias e narrativas na vida de cada ser humano. “O homem é um ente narrador. Desde pequenos, temos fome de histórias, como a temos de alimento. Sejam elas em forma de fábula, romance, filme, canção, ou simples notícia, influenciam a nossa vida, mesmo sem termos consciência disso. Muitas vezes, decidimos aquilo que é justo ou errado com base nos personagens e histórias assimiladas. As narrativas marcam-nos, plasmam as nossas convicções e comportamentos, podem ajudar-nos a compreender e dizer quem somos”, diz o texto.

Na mensagem, o Santo Padre chama a atenção para as histórias que nos “narcotizam”, convencendo-nos de que, para ser felizes, precisamos continuamente de ter, possuir, consumir. “Quase não nos damos conta de quão ávido nos tornamos por bisbilhotices e intrigas, de quanta violência e falsidade consumimos. (…) Em vez de narrações construtivas, que solidificam os laços sociais e o tecido cultural, produzem-se histórias devastadoras e provocatórias, que corroem e rompem os fios frágeis da convivência”, disse.

Numa época em se revela cada vez mais sofisticada a falsificação, o Papa afirma que precisamos da sapiência para patrocinar e criar narrações belas, verdadeiras e boas. O Papa também chamou a atenção para as falsas histórias. “Quando se misturam informações não verificadas repetem discursos banais e falsamente persuasivos, percutem com proclamações de ódio, está-se, não a tecer a história humana, mas a despojar o homem da sua dignidade”.

A Bíblia, afirma o Papa na mensagem, é a grande história de amor entre Deus e a humanidade. A mensagem afirma que Jesus é o centro desta narração e sua história leva à perfeição o amor de Deus pelo homem e vice-versa. O Santo Padre afirma que o homem será chamado, de geração em geração, a contar e ficar na memória os episódios mais significativos desta História de histórias.

A mensagem afirma que depois que Deus Se fez história, toda história humana é, de certo modo, história divina. “Em cada grande história, entra em jogo a nossa história. Ao mesmo tempo que lemos a Escritura, as histórias dos Santos e outros textos que souberam ler a alma do homem e trazer à luz a sua beleza, o Espírito Santo fica livre para escrever no nosso coração, renovando em nós a memória daquilo que somos aos olhos de Deus”.

Fonte: CNBB