Cel. Fabriciano, 27 de janeiro de 2021

OUÇA AGORA A RÁDIO EDUCADORA

RÁDIO EDUCADORA

17 jan
Imagem:

Creio no Espírito Santo

Compartilhar

Vamos falar um pouquinho sobre a terceira Pessoa da Santíssima Trindade, Deus-Espírito Santo. Na oração do Creio o Espírito de Deus aparece duas vezes: a primeira quando nós professamos que Jesus foi concebido pela força do Espírito Santo; depois, quando dissemos simplesmente “creio no Espírito Santo”. Só com esse detalhe nós já percebemos que o Espírito de Deus é extremamente discreto, mas ao mesmo tempo, tudo o que cremos vem de sua inspiração, ou seja, sua presença é eficiente e imprescindível.

Graças ao esforço da Igreja, e ao movimento promovido pelo próprio Espírito no coração das pessoas, temos assistido, nos últimos anos, uma efusão intensa do Espírito sobre todo o Povo de Deus. Movimentos eclesiais, de inspiração pneumatológica, ou seja, grupos que tem um amor intenso pela ação do Espírito Santo, como a Renovação Carismática, ajudaram a Igreja a voltar os olhos e coração aos dons espirituais com os quais Deus presenteia sua Igreja. Mas isso não significa que o Espírito apareceu somente agora na vida e pastoral da Igreja. A Igreja já nasceu banhada pela força do Espírito, você se lembra disso?

Logo após a Ressurreição de Jesus, os Apóstolos ainda tinha certo receio em professar sua fé. Foi então que a promessa feita por Jesus aconteceu: reunidos em oração, os apóstolos e com eles, Maria, a mãe de Jesus, foram banhados pela força do Espírito Santo, em forma de línguas de fogo, no dia que chamamos de Pentecostes! Ali nascia a Igreja, que fala a todos os povos e que a todos convida para seguir os ensinamentos de Jesus. A Igreja é o fruto do Espírito Santo para o bem da humanidade!

Mas o que é o Espírito Santo? É a força, a inspiração, o sopro silencioso, discreto e transformador de Deus agindo em nós. Não temos como defini-lo, descrevê-lo ou sequer podemos imaginar como Ele seja. Apenas podemos sentir seus frutos, senti-lo em nós como alguém que nos impulsiona para frente, ilumina nossas decisões, nos anima na fé, nos faz ser missionários. Como Jesus mesmo afirmou, o Espírito sopra onde quer, ninguém pode deter sua ação! Louvado seja Deus que nos presenteia com a força divina do Espírito Santo no dia de nosso batismo!

A Igreja faz um esforço muito grande para assinalar a ação real do Espírito Santo em nós. Ainda que seja impossível contê-lo e compreendê-lo em sua plenitude, a Igreja entende que existem frutos de amor, visíveis em nossa vida, que são como faíscas do Espírito agindo em nós. Santidade, paciência, caridade, amor, alegria, bondade, justiça, pureza, benignidade – frutos do amor de Deus em nós, sinais de que somos marcados pelo selo indelével do Espírito. Aqui vale a máxima de Jesus: é pelos frutos que reconhecemos a beleza da árvore. Quando deixamos rastros de amor ao nosso redor, é certo de que em nós age o Espírito Santo. Somente Nele é que conseguiremos seguir fielmente Jesus Cristo! Pelo Espírito seremos santos! Então, meu caro Jovem de Maria, quando na hora da missa estiver rezando o CREIO, inspire profundamente, sinta agindo em você o amor de Deus e diga com fé e convicção – Creio no Espírito Santo!

Fonte: