Cel. Fabriciano, 20 de outubro de 2020

OUÇA AGORA A RÁDIO EDUCADORA

RÁDIO EDUCADORA

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Era para ser somente uma Serra Pelada, mas o alto do morro oferecia uma visão tão bonita das montanhas, que o preconceito foi deixado de lado, e nascia o bairro Serra Azul. Ali, naquele alto, um campinho de terra marcava o local onde o povo se reunia, para jogar bola, conversar e distrair-se das preocupações e lidas da vida. Em 2002, padre Waldo, missionário redentorista, recebeu como missão levar a Palavra de Deus para aquele canto da cidade.

Mas onde se reunir para rezar? Não havia sequer um salão. Mas as missões animaram o povo, e padre Waldo passou a congregar aquela gente boa no campinho de terra. A poeira era grande e acredite – tinha até bicho-de-pé! Assim, o campinho logo foi deixado para trás, e graças a boa vontade do Toninho, o dono do bar, o povo passou a se reunir por lá. O bar tinha seu momento reservado para Deus e para a comunidade.

Devagar, mas com muita vontade, o povo conseguiu a doação de um lote e com esforço de muitas mãos, ergueu-se um salão comunitário, onde até hoje a comunidade se reúne. A escolha da padroeira veio por votação: na páreo estavam São Geraldo e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Por alguns votos a mais, a mãe de Jesus superou o santo irmão redentorista, e assim foi oficializada padroeira da comunidade.

O maior sonho da comunidade ainda não se realizou. A construção da capela. O projeto já está pronto, e agora, devagar, esperam-se os recursos para que surja, na alto da Serra Azul, uma belíssima igreja dedicada a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Enquanto aguarda, a comunidade segue animada, celebrando a vida e realizando a sua maior missão: plantar um amor de Jesus e de Maria na realidade tão sofrida na qual está inserida!