Cel. Fabriciano, 20 de outubro de 2020

OUÇA AGORA A RÁDIO EDUCADORA

RÁDIO EDUCADORA

Nossa Senhora de Fátima

Consta no Livro de Tombos da Paróquia São Sebastião que a Capela de Nossa Senhora de Fátima foi pensada a partir de janeiro de 1973. Provavelmente tenha acontecido catequese e celebrações em casas até que se percebesse a necessidade de se construir a comunidade, porém não há registro. Também sobre o nome da padroeira ninguém se lembra da escolha!
Nesses primeiros tempos eram atuantes na nascente comunidade D. Marita de Sá Azevedo (D. Marita), D. Minervina Alves da Silveira, Sr. Jesus da Silveira, Sr. João Maria, Sr. João Marcelino, Sr. Afonso da Cruz Tomaz, D. Maria Matilde, Sr. Dico, D. Francisca Valadares, D. Joaquina Pereira Luiza, D. Terezinha de Abreu Pessoa, D. Vitalina Teotônia de Jesus, D. Cruzita e muitos outros.

Todos os padres que passaram pela comunidade deram a sua valiosa contribuição. Destaca-se, todavia, a participação do então Pe. Lélis Lara que, em janeiro e/ou fevereiro de 1976, constituiu um novo Conselho para conduzir os trabalhos da comunidade. Também lembramos do Pe. Oliveira e do Pe. Barbosa, que em 2002, iniciou-se o trabalho de redes de comunidades.

Do ponto de vista pastoral destaca-se na comunidade a formação/estruturação de Pastorais e Movimentos: Liturgia, Catequese, Batismo, Dízimo, Grupo de Reflexão, Grupo de Oração, Grupo de Jovens, Apostolado de Oração, Vicentinos, Grupos de Missão e Equipes de Acolhida. E ainda a estruturação do Conselho Pastoral Comunitário (CPC) que se reúne regularmente. Do ponto de vista do trabalho comunitário, destacam-se: os trabalhos das pastorais e Movimentos em promoções da comunidade. Também houve conquistas do ponto de vista das melhorias da capela.

A comunidade Nossa Senhora de Fátima é candidata a ser a sede da nova paróquia da cidade. O bispo diocesano, Dom Marco Aurélio, já pediu que seja feito o processo de desmembramento da paróquia de São Sebastião em duas paróquias. Logo Nossa Senhora de Fátima será também uma matriz paroquial!